Segunda - Sexta 07:00 - 19:00

2º Sábado de cada mês

(11) 3021-5251

WhatsApp / Fixo

(11) 3021-3678

Fixo

O ZUMBIDO, A PERDA AUDITIVA E O PROCESSAMENTO AUDITIVO

O ZUMBIDO, A PERDA AUDITIVA E O PROCESSAMENTO AUDITIVO

Hoje uma das dica que demos na campanha #novembrolaranja foi da fono Mariana Guedes, com quem tivemos um papo muito gostoso em setembro, no GANZ, sobre processamento auditivo e a memória. Você pode assisti-lo clicando aqui, mas em resumo falamos da importância de manter a audição saudável para uma mente sã. A questão é que o zumbido ou a perda auditiva, além de atrapalharem a vida e autoestima das pessoas, também fazem com que nosso cérebro fique cada vez mais preguiçoso e, com isso, o risco de problemas como demências é maior.

O que acontece é que nosso ouvido, sem nosso cérebro, não é nada. Ou seja, podemos ouvir (receber o som), mas não processá-lo. É o caso de muita gente que diz que ouve, mas não entende. Muitas vezes é falta de atenção, mas pode ser um problema de processamento auditivo e, nesses casos, uma fono pode, além de recomendar um aparelho auditivo que facilite a compreensão, fazer uma reabilitação do processamento. São como exercícios físicos para o cérebro, que devem ser feitos com a orientação correta para dar certo.

Eu sei, você deve estar pensando que só velhinhos têm isso, né? Mas você está enganado(a). Descobrimos que “processamento auditivo” é uma das palavras que mais levam gente ao nosso site e, muitas dessas pessoas que nos procuram são mães de crianças e adolescentes que, por problemas de processamento auditivo, podem apresentar déficit de atenção, dificuldade de aprendizado, entre outros problemas. Faz tempo que problema auditivo (e o próprio zumbido) deixaram de ser coisa de idoso, então fique de olho. Informação e prevenção nunca são um excesso! 😉