Segunda - Sexta 07:00 - 19:00

2º Sábado de cada mês

(11) 3021-5251

WhatsApp / Fixo

(11) 3021-3678

Fixo

 

Trauma Acústico – Válido para Carnaval e qualquer Balada!

Trauma Acústico – Válido para Carnaval e qualquer Balada!

MUITA GENTE se diverte no barulho, mas POUCA GENTE conhece o risco. Entre esses, a maioria sabe que som alto estraga os ouvidos, mas ninguém acha que pode acontecer j-u-s-t-o na próxima diversão!
E quando isso acontece, o arrependimento é enorme… por isso, informe-se bem!

O barulho mata as células auditivas ou as fibras do nervo auditivo:
1) Quando ele é MUITO ALTO, mesmo que não dure muito. Exemplos:
– música alta em festas, baladas, shows, Carnaval, trios elétricos etc
– comemoração ou torcida em estádio ou em corrida (kart, moto, F1) com apito, vuvuzela, fogos de artifício, rojão, bombinha, grito etc.

2) Quando ele é DURADOURO, mesmo que não seja tão alto. Exemplo: trabalho com máquinas barulhentas em obra, metalúrgica, gráfica, tecelagem ou escapamento de motos etc.

3) Quando o som não é TÃO ALTO ou DURADOURO, mas os ouvidos são muito SENSÍVEIS (estragam mais facilmente).

 

Quais problemas o som alto causa?
1. NO OUVIDO: perda auditiva (“hã?”), zumbido (apito/chiado) e incômodo com sons (vozes, TV, trânsito)
2. FORA DO OUVIDO: piora do sono e da concentração, irritabilidade, aumento da pressão arterial etc.

 

Como se proteger melhor?
Sugerimos seguir 3 dicas simples, reforçadas pelas figuras do Dangerous Decibels Brasil:

1ª) se o controle do volume está com você, abaixe o som.

2ª) se não puder abaixar, afaste-se das caixas de som.

3ª) se não conseguir se afastar, use protetores de ouvido e faça intervalos de 10 minutos por hora que ficar no ruído.

 

Lembre-se: prevenção é sempre o melhor remédio!

Bons ouvidos são muito importantes para sua qualidade de vida. Por isso, cuide bem eles!
Mesmo que você não sinta desconforto nos ouvidos, ou se já sente, procure seu médico otorrinolaringologista. Ele fará seu exame clínico e pedirá audiometria (que mede a audição), associada ou não à acufenometria (que mede o zumbido, nos casos em que ele está presente) e o limiar de desconforto a sons (que mede a tolerância a sons). Esses exames são feitos pelo fonoaudiólogo.
Com os resultados prontos, ele orientará o acompanhamento periódico e, se for necessário, o tratamento para a melhora dos sintomas.
Quanto antes tratar, maior a chance de melhorar!

 

Sobre protetores de ouvido…

Existem vários modelos, materiais e cores de protetores / tampões de ouvido. Seu médico e fonoaudiólogo podem ajudar a escolher o melhor pra você.
Não tenha vergonha nem medo de usar; isso mostra conhecimento e bom senso! Porém, use apenas quando estiver em locais barulhentos, e não o dia todo.

 

Veja 10 DICAS para proteger os ouvidos do barulho!

Para que você possa aproveitar o Carnaval, as festas ou qualquer outra balada com som alto SEM TER LESÕES nos ouvidos, preste atenção nas nossas dicas.

1. Entenda que música é algo maravilhoso… o único problema dela é o volume alto!
2. Não ache normal sair da balada com zumbido ou ouvido tampado; saiba que esse é um sinal de ouvido vulnerável.
3. Proteja seus ouvidos enquanto se diverte em festas, shows, bares, carnaval, estádio, trio elétrico, corrida (moto, kart, F1) etc.
4. Tome cuidado com sons abruptos como gritos, vuvuzela, apito, fogos de artifício, rojão, bombinha, alarme etc.
5. Use protetores de ouvido sem vergonha, como se fossem outros acessórios, e faça intervalos de 10 minutos a cada 1 hora: isso pode ajudar a preservar seus ouvidos.
6. Fique sempre loooonge das caixas de som!
7. Cuidado com a mistura de ruído + álcool + drogas: o efeito cerebral, mesmo que temporário, pode aumentar a chance de lesão definitiva nos ouvidos.
8. Com fones de ouvido, evite passar da metade da potência do aparelho e de 2 horas de uso contínuo.
9. Se perceber zumbido ou ouvido tampado no dia seguinte à exposição ao ruído, procure seu otorrinolaringologista o quanto antes. O tratamento precoce com medicamentos aumenta a chance de reverter os problemas. Cuidado com a automedicação.
10. Ouça sons baixos e suaves para estimular seus ouvidos. Além disso prevenir lesões, pode ajudar na recuperação.