Segunda - Sexta 07:00 - 19:00

2º Sábado de cada mês

(11) 3021-5251

WhatsApp - (11) 94687-5456

Redes Sociais
 

Limiar de Desconforto a Sons

O que é esse teste, para que serve e quem deve fazer?

Se você se incomoda com sons que as outras pessoas mal percebem, saiba que a intolerância (ou hipersensibilidade auditiva) é mais comum do que se imagina e pode não ser apenas “chatice” sua!

O Limiar de Desconforto a Sons é um exame simples e fácil. Geralmente, é realizado como um complemento da audometria tonal e vocal, quando o médico otorrinolaringologista o solicita. O teste mostra diferentes frequências sonoras aos pacientes, uma de cada vez, e vai aumentando a intensidade sonora bem devagar até alcançar a primeira intensidade que provoca desconforto em cada frequência.

Devem fazer esse teste as pessoas que apresentam:

– Incômodo com o VOLUME dos sons (TV, música, vozes das pessoas, restaurantes etc). Essas pessoas podem perfeitamente conviver com esses sons, desde que o volume seja mais baixo. São os casos puros de hiperacusia. Quando medimos o LDL (Limiar de Desconforto a Sons), o resultado costuma ser alterado.

– Incômodo com a REPETIÇÃO de sons que já são baixos (mastigação, respiração, deglutição, pigarro, clique de caneta, chinelo arrastando etc). Essas pessoas não conseguem conviver com esses sons enquanto eles estiverem presentes, pois provocam uma reação forte e incontrolável de raiva e irritabilidade. São os casos puros de  misofonia ou Síndrome da Sensibilidade Seletiva a Sons (4S). Quando fazemos o LDL (Limiar de Desconforto a Sons), os resultados costumam ser normais. Conheça o SOS Misofonia.

–  Incômodo por MEDO de se expor a sons porque eles podem prejudicar o ouvido ou a saúde. São os casos de fonofobia,  que geralmente estão associados aos dois anteriores. Quando fazemos o LDL (Limiar de Desconforto a Sons), os resultados costumam ser bem alterados.

– Indicação para uso de aparelho auditivo para controle da perda auditiva ou gerador de som para o controle do zumbido. Medir o LDL pode otimizar a regulagem do volume dos sons emitidos pelos aparelhos para não provocar incômodo nos pacientes.